O Thomas escreveu na sua redação sobre o que ele fez durante o winter break (férias de inverno):

"Nas minhas férias, eu arrumei as malas e fui para o aeroporto. Nós fomos para o Brasil. Nas minhas férias, nós tivemos o Natal e abrimos muitos presentes."

Mas não só isso ele fez no fim de 2008. Nas férias dele, ele conheceu o seu priminho Caio e viraram melhores amigos. Ele ganhou patins e patinou bastante quase todos os dias. Ele foi à piscina e ganhou um bronzeado de fazer inveja. Ele foi à praia e tomou picolé de limão e comeu biscoito Globo. Ele fez castelos de areia. Ele perdeu mais um dente, talvez um pouco cedo demais, num pequeno "acidente" com o primo mais velho. Ele descobriu que iria ser um irmão mais velho. Ele pulou de trampolim até não aguentar mais. Ele aprendeu a boiar e a nadar debaixo d’água. Ele jogou mini-golfe e tênis com o vovô. Ele viu os fogos do ano novo na praia. Ele andou de balsa e viu pintinhos e garças de pertinho. Ele fez carinho numa cigarra que o vovô pegou na varanda e ouviu seu cantar majestoso. Ele andou no bondinho de Santa Tereza e passou por cima dos Arcos da Lapa. Ele comeu comida nordestina no Arnaudo e se fartou. Ele viu o casamento dos seus avós e conheceu sua bisavó de 90 anos (para o espanto dele). Ele dançou música brasileira , jogou totó e ficou encantado quando viu o fumacê. Ele distribuiu e ganhou muitos abraços e beijinhos e declarou que não queria mesmo voltar pra Seattle! Nem o Robert, nem a Gwen e nem eu!

 

Adicionando: viu e brincou com a planta dormideira pela primeira vez.

 

4 Responses to Voltando

  1. tia Marina says:

    Ah! Princesa,
    Já estamos com muitas saudades. Foram os melhores dias nos últimos tempos.
    Aqui, continua chovendo, talvez a natureza carioca esteja sentida e lamentosa com a volta de vocês para os States.
    Beijos, beijos
    Tia Marina

  2. aline says:

    querida… como seria bom se a vida fosse so ferias ne?
    welcome back.
    :*

  3. Roque says:

    Dormideira é uma lembrança da minha infância também. Mto irado!

  4. Mariangela says:

    Oi Lu.
    Quando o Lucas nasceu, a Marininha me lembrou do seu blog e aí eu estou dando uma sapeada.
    Tô adorando.
    Eu sou meia “lention”, com estas coisas de internet, mas sou aluna dedicada. Então quando você vier por aqui, me dê umas aulinhas de blog – gostaría ter um também.
    Me passe o seu e.mail para que eu possa te enviar uns textos que fiz. Um em homenagem ao seu avô e a sua velha kombi( este texto está em espanhol) e outro que conta as estripolias que eu, sua mãe, tia e outros primos fazíamos, quando éramos pequenos, lá em Brasília. Não faltou a Branda, não faltou um carro velho e nem a estátua do índio.
    São textos engraçados, acho que você vai gostar.
    Um beijo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *