Que vergonha!

Sabe o que mais? O Brasil pra sediar uma copa do mundo, precisa comer muito feijão com arroz primeiro. O país precisa seriamente de pelo menos uns bons 50 anos de educação séria pra mudar essa mentalidade escrota de achar que o brasileiro e o Brasil são as únicas coisas que prestam no mundo.

Que vergonha os jogadores das outras nacionalidades serem vaiados, que vergonha o Oscar incentivar isso, que vergonha urrarem Osama para os americanos, entre outras. Esporte é compaixão pelo outro, é ajudar o corredor que cai mesmo fazendo você perder a primeira posição. Os eventos esportivos de nível mundial foram feitos para se celebrar as diferenças, as culturas e a união dos povos, não pra criar abismos de ódio.

A única coisa que posso concluir é que o brasileiro que apoia esse tipo de atitude tem se transformado no que mais diz que repudia dos estrangeiros: arrogante e prepotente.