Que calor!

Então, cheguei aqui há um pouco mais de uma semana e já estou resfriada. A viagem foi ruim, porque carreguei muita coisa de
mão, mas já aprendi e a volta promete ser melhor.

O Thomas começou a fazer aula de natação com uma professora que mora no meu prédio. As fotos eu mando depois porque agora
estou com preguiça. Mas ele adorou, até mergulhou.

Ainda não tive tempo de pegar um solzinho, que pecado, mas é muito difícil arrumar tempo, disposição, saúde e família para
fazer qualquer coisa que envolva o Thomas.

Já vi algumas amigas, mas tenho tantas outras para ver, e parece que não vai dar tempo de fazer tudo nesse mês que estarei
aqui. O tempo está voando.

Ainda falta a ída à churrascaria, comer pizza portuguesa, comprar produtos de beleza brasileiros, comprar sapatos e
roupas, instrumentos musicais brasileiros para o CD que o Robert estará lançando nos próximos meses, e mais algumas coisas
que sempre esqueço.

Até agora descobri que guaraná é até melhor que coca no calor, que o Thomas adora Yakult e Danoninho, que escova
progressiva é show de bola e vou fazer outra antes de voltar pra Seattle, que dirigir no Rio é um horror e que vai ser
difícil voltar a vidinha solitária lá no norte.

Ai, ai.