Quanto tempo, não?

Estamos aproveitando o verão no maior estilo “lezeira”, só falta a rede e o barulho de onda grande.

Nesse verão, o Thomas aprendeu a nadar de vez. Está nadando tão bonitinho e o menino tem talento! Disse pra ele que a bisavó dele era campeã de natação e ele se empolgou ainda mais. Ele é que nem eu, a água é nosso ambiente natural. Fora isso, ele brinca tanto com o Lucas, protege, correm pela casa fazendo pique-esconde, uma coisa muito legal de se ver.

O Lucas está me surpreendendo. Começou a andar com 10 meses e hoje eu que corro atrás dele. A primeira palavra que ele falou foi “carinho”, porque eu sempre imploro pra ele não puxar os pêlos da Chloe. Agora ele entende o conceito melhor e só puxa os pêlos ou os nossos cabelos quando ele cansou de fazer carinho. Ele já tem falado isso há meses mas não identifiquei nada novo desde então, embora ele balbucie bastante e mantenha conversas com trocas de tons com a gente.

Ontem na cama, nos preparando pra dormir, ele mostrou umas coisas que nunca tinha feito. Eu passei a mão vagarosamente nos olhos e no rosto do Rob e ele imitou o gesto igualzinho logo em seguida. Achei muito legal. Ele imita algumas coisas que a gente fala, e eu acho isso o máximo porque não lembro do Thomas fazendo nada disso – mas a culpa é da memória, não do Thomas!

Eu lati algumas vezes e ele latiu em seguida, morrendo de rir (ele tem um sorriso LINDO), o Rob miou e ele disse “carinho” (eu e Rob babando depois que ele fez isso); O Rob falou um R comprido e ele tentou imitar e acabou cuspindo na gente. Já manda beijinho e fala não com a cabeça, quando está incorfomado começa a bater palmas! Eu tento filmar essas coisas, mas no segundo que eu pego a câmera ele tenta roubar da minha mão pra ficar apertando os botões – ontem eu bem tentei, mas ele não sossegou até achar a câmera e ficar apertando e desapertando um milhão de vezes o botaozão vermelho.

A diversão garantida dos dois é quando eu coloco um slip-and-slide (especie de plástico comprido acoplado numa mangueira, pra ficar molhada e eles ficarem escorregando) pra eles brincarem – o Lucas (ao contrário do Thomas nessa idade) não tem o menor medo de água e adora imitar o irmão escorregando e ficando todo molhado, mesmo com a água fria!

E sábado que vem, o pitoco faz 1 ano de vida. Pra onde esse último ano foi?