O mês de Agosto de 2007.

Finalmente coloquei as fotos do Verão – a maior parte de agosto, quando minha mãe e padrasto estiveram aqui – vai lá no Flickr ver! Eu colocaria no blog se não fosse muito mais demorado pra diminuir o tamanho das fotos…

Tem o passeio de Vancouver Island com o dia maravilhoso que passamos em Victoria e depois poucas fotos do passeio que fizemos ao norte da ilha. Cathedral Grove é a típica região do Pacific Northwest, com pinheiros imensos e floresta temperada em geral. Da proxima vez queremos ir ate Tofino, mas são mais uns 8 horas de carro de Victoria, yikes!

Tem tambem algumas poucas fotos de Vancouver: bicicletando pela cidade, Thomas ficando pelado pra brincar com os jatos d’água no parque, indo no Earl’s (o meu restaurante favorito de costelinha defumada) e no White Spot pra tentar comer o melhor risoto de frutos do mar já feito – e não deu . Pena que estávamos mais de passagem. Passeamos em Ferry Boats super modernos, vimos alce e veados atravessando na nossa frente, fomos no Royal BC Museum (onde ficamos por 4 horas e não conseguimos ver tudo!!! Um Espetáculo! Pretendo voltar lá de novo quando minha irmã estiver aqui em Dezembro) e no Wax Museum (interessantinho…), comemos Waffles Belgas no Café mais conceituado de Victoria, andamos sem medo pelas ruas à noite, ficamos umas 3 horas na fila de espera do Ferry Boat em Nanaimo onde me lembrei dos engarrafamentos de saída do Rio pra feriadão!

Os passeios pelo estado de Washington foram mais longos e demorados. Fomos ver o deserto, fomos nas praias, fomos no alto das montanhas. Vimos festival de pipas, cidade velho oeste, cidade alemã, comemos linguíca feita na hora, tomamos cerveja em caneca enorme, fomos em fábrica de produtos de maçã, minha mãe viu uma pereira pela primeira vez na vida, visitamos um forte militar desativado da segunda gerra, molhamos os pés nas águas do Pacífico, comemos muito carangueijo do Alaska e dirigimos muito muito muito!

Aqui em casa eles me introduziram ao Sudoku, e fiquei viciada. Deram amora pra Gwen e a levamos num parque só pra cachorros, compraram um patinete pro Thomas e tiraram as rodinhas da bicicleta dele, fizeram comidas deliciosas, sofreram com os dentes da Mia e lavaram as almofadas do meu sofá! Além disso conseguiram encontrar mais brasileiro na rua e mais americano/canadense que fala português (ou que morou no Brasil) em um mês do que eu consegui em 6 anos!! Em todo lugar que a gente ía tinha um bendito de um norte americano que já tinha morando no Brasil e falava português fluentemente, impressionante!

No final do mês, quando já estavam quase prontos pra ir embora, nos encontramos pra matar a sede de tênis dos nossos pais: nós 5, Lu Misura, Gabe, Paulinho e Lucia (os pais de Lu), mais minha amiga Christine com o filhinho Victor que é o melhor amigo do Thomas, no Parque Marymoor. Lá a dupla Paulo e Robert contra a dupla Paulinho e Gabe jogou tênis até dizer chega (só pararam quando estavam podres de cansados e suados) enquanto nós nos estiramos na grama, brincando com a criançada e jogando conversa fora.

E o frio chegou bem mais cedo esse ano. Depois que eles foram embora não tivemos quase nada de tempo bom… oh céus, mais um ciclo termina. Tá na hora de guardar os chinelos e tirar a poeira das botas de esqui!