Semana passada, levamos o Thomas numa aulinha que explica como a vida vai ser quando o bebê nascer. Na verdade, eu nunca tive a preocupação que ele fosse ficar com ciúmes ou algo do tipo, mas achei que ía ser interessante ver como ele se portava.

Era um grupo de 8 crianças e o Thomas era o mais participativo, não largou o boneco durante todo o tempo (1h e meia), deu beijinho, olhou olhos nos olhos, enrolou no cobertorzinho com todo o cuidado (enrolou e desenrolou umas 3 vezes até sair perfeito), colocou fralda e vestiu (engraçado a sua persistência em descobrir como a fralda se encaixaria antes da professora mostrar) e aprendeu a fazer brincadeiras com o rosto para interagir com o bebê. Também ouviu 9 minutos de um bebê chorando no gravador pra ver como é barulhento e pode ser estressante. Enquanto o bebê chorava, as crianças tentavam adivinhar o que poderia estar causando o desconforto no bebê.

Viram um filminho que mostrava como irmãos mais velhos são importantes e como são amados “just the same”, mas que o bebê demandará mais atenção o que é tudo bem. No final, nós fizemos um tour pela maternidade e as crianças fizeram perguntas. Imagina um monte de criança carregando as bonecas todas enroladinhas pelos corredores – as enfermeiras acharam uma gracinha. Voltamos pra essa sala e fizemos colagens de papel com as cores que os recém-nascidos identificam melhor, com contrastes, e colamos adesivos em um ímã de geladeira como presentes do Thomas para o bebê. Saímos de lá satisfeitos e confiantes de que o Thomas vai ser um ótimo irmão mais velho.

 

 

IMG00053IMG00054

IMG00049IMG00052

 

8 Responses to O irmão mais velho

  1. Camila says:

    Isso porque foi com um boneco, imagina como vai ser com o irmao? Que coisa linda!

  2. marina says:

    Que fofo!
    Amei saber que existe toda uma preocupação com o irmão mais velho. Isso evita, ou pelo menos diminui, a ciumeira inicial. Beijos em todos.
    Tia Marina

  3. Rosilande says:

    Thomas você é muito fofo, será um ótimo irmão mais velho. beijinhos para vocês.

  4. Aline says:

    sinceramente, me emocionei.
    Q lindo esse seu Thomas.
    🙂

  5. isabella says:

    Gosto muito de te ler, apesar de não fazê-lo com frequência. Tenho uma filha de 5 anos que ganhou um irmão em Dez 08. Também a levamos para uma aulinha desta e ela amou pois fez com que se sentisse ainda mais parte do processo. Tenho certeza de que seu pequeno vai ser muito carinhoso. 🙂
    Abraço,

  6. leticia says:

    eu tinha visto uma dessas aulas no programa “a chegada do bebe”. deveria ter aqui no br tb, mas nao ouvi falar…

  7. Mariana Matos says:

    Que coisa fofa! Legal o Thomas curtir a chegada do irmão, mas alguma ponta de ciúme SEMPRE rola, e isso não tem nada demais… Afinal de contas, ele passou todos esses anos (a vida dele toda) sendo único, e agora vai chegar um serzinho chato que vai roubar a mãe dele muitas vezes quando ele quiser atenção. Faz parte do crescimento. O legal é que isso possa ser conversado com ele. Que ele possa ser “ajudante”, pq é mais velho. É bom quando o mais velho pode ser valorizado justamente pelas coisas que sabe fazer, que pode fazer sozinho etc.

    Tem muita criança que dá uma regredidazinha quando nasce irmão, e isso tb é completamente normal e temporário. Na cabeça deles, é mais interessante ser pequenininho e ter todas as atenções e cuidados, como acontece com o caçula. Por isso é legal enfatizar o que o mais velho sabe, o que pode fazer sozinho, etc.

    Viajei, né? Falei demais.. Mas é que gosto do assunto! 🙂

  8. Marina says:

    Lu,

    Como falta pouco tempo para o bebê chegar!!!! Seja bem vindo, bebê. NÓS O AMAMOS DEMAIS.
    Tia Marina

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *