O bom ganhador

Hoje passamos o dia arrumando as coisas pra minha mãe e Paulo que chegam na sexta-feira. Passamos tanto tempo dentro do carro de um lado pra outro que chegamos em casa e apagamos! Saímos cedo pra comprar uns trequinhos pro quarto de hóspedes como cesta de roupa, cabides e gaveteiros, depois fui pro outro lado do condado lá na minha faculdade molhar as plantas que estou crescendo e tirar fotos de plantas nativas pra um projeto que eu tenho que entregar depois de amanhã.

Mas apesar do dia ter sido cansativo, também foi muito engraçado por causa do Thomas. Não consigo me lembrar de todas as tiradas, mas olha essa que ele soltou quando a gente estava saindo de casa – quando ele e o Robert apostaram pra ver quem sentava primeiro dentro do carro:

Thomas: Haaaa!!! Daddy, você perdeu, eu ganhei, perdedor!!!!
Eu e Rob: Ei, Thomas, não é legal falar isso não. Chamar o outro de perdedor não é ser um bom ganhador!
Thomas, com vozinha desconsolada: …. errr… desculpa…
Eu e Rob: Tudo bem, mas só se lembra que não é legal falar isso pra quem perde.
Thomas, ainda com a mesma voz: Tá bom…
E depois com a voz toda animada: Daddy, parabéns! Você conseguiu ser o último!!!