Man, oh, man!

Chegamos às 2h da manhã de hoje de uma viagem inesquecível.  Estamos cansados, é verdade, mas tiramos um atraso de anos sem férias, com certeza. Eu já percebi que se eu não tomar as rédeas de onde e de quando vamos tirar férias, ninguém mais vai se prontificar, então sai da frente que atrás vem gente.

Primeiro, sobre o Texas (escrevo sobre a Califórnia num post separado).

Passamos um final de semana delicioso com nossos amigos Lachlan e Aline. Lachlan trabalhava com o Rob na Microsoft mas voltou pro IMG_7548 Texas em 2004 e hoje trabalha pra Symantec. Foi nosso padrinho de casamento e adorou o Brasil quando esteve lá com a gente. E nós que somos ótimos matchmakers, largamos ele com a Aline (que estava concluíndo seu PhD em Neurociência em New Jersey) numa festinha de Natal que eu estava dando na minha casa  e pronto.. em 2005 estavam casados e hoje moram em Austin com 4 deliciosos filhotes caninos. Obrigada Aline e Lach, por nos receber tão carinhosamente. Estamos esperando vocês aqui!

Passar o final de semana com eles com certeza foi um dos pontos altos da viagem. Eles nos levaram pra conhecer a cidade de Austin e em lugares autênticos da região. Primeiro fomos na churrascaria Salt IMG_7559Lick, que é legendária e um ícone de Austin. Chegamos lá e estava super cheio, com o estacionamento lotado a perder de vista. O xerife local organizava o trânsito na entrada. As mesas são comunitárias e o ambiente é rústico, como deve ser. Se você tem algum problema com isso, nem vá. O cheiro da carne me fez feliz, assim como as crianças usando chapéus de caubói correndo enquanto esperávamos nossa vez de entrar. Como eles não vendem bebidas alcóolicas, as pessoas são encorajadas a trazer suas próprias bebidas. Todo mundo bebia suas próprias cervejas enquanto uma banda animava a galera no pátio de espera. Famílias inteiras traziam isopores carregados de cerveja. Na saída, o xerife bebia na caçamba de sua caminhonete com os outros policiais. Estamos mesmo nos EUA? Comida simples e super caprichada: linguiça, brisket e costelinha são as únicas opções, mas se tivesse mais, estragaria o ambiente. Super recomendado pra quem quer experimentar o clima relax da cidade. Quem sabe você não se esbarra com a Sandra Bullock por lá? Ela diz que é o restaurante favorito dela.

No dia seguinte, tomamos um brunch no Magnolia Café, também um ícone da região. Como o lugar nunca fecha, é um favorito da IMG_7603cidade e dos jovens que atendem à Universidade do Texas em Austin. Lachlan costumava ir nesse restaurante quase todos os dias quando era um estudante na UT. Comida honesta e com a cara do Texas – eu pedi um Texas Benedict, que é um eggs benedict com molho picante chipotle hollandaise e linguiça grelhada. O Robert comeu panqueca com pedacinhos (pedações) de manga, uma delícia.

Depois, fomos conhecer a vista da cidade, do alto do monte BonnellIMG_7655 onde podemos conferir de perto o solo da região, rico em pedra calcárea e a vista do Lago Austin que é um lago artificial feito do Rio Colorado que passa pela cidade. Partes desse rio são cheios de gente pescando e velejando (ou passeando de caiaque) bem assim, no meio da cidade, muito legal.

No dia da despedida, eles nos levaram num restaurante que eles IMG_7703nunca tinham ído então a surpresa foi geral. O restaurante Oasis fica em cima do Lago Travis e tem uma vista, e uma comida, maravilhosas. Eu me deliciei com duas frozem margaritas de manga (como eu adoro manga!) e no todo, foi uma tarde muito agradável matando as saudades dos nossos amigos. Mas a nossa viagem ainda estava começando e seguimos pra Los Angeles, California.