Hoje vim passar o dia na microsoft. Na verdade eu fui tirar meu numero de tax
return e o local era mais perto da microsoft do que de casa. entao aproveitei
para ficar aqui e rever os amigos. Melhor do que ficar em casa. Fiquei
beliscando saltines o dia inteiro e fomos com o Faris almocar num restaurante
japones. Comi tudo o que nao posso comer: Carne crua e principalmente atum…
ahhh mas eu nao tenho apetite pra nada. Sera que no Japao as mulheres gravidas
nao comem sushi? Bom, nao contem para a minha medica Sabado a noite fomos
numa dinner party na casa do Ernie e da Kathie. Foi muito legal, conheci varias
pessoas interessantes. Alem dos donos da casa eu so conhecia a Amy e o Tom que
conheci no dia do meu aniversario quando fomos ao Jalisco’s. Amy eu ja sabia que
era completamente louca (nao parece mesmo que tem 32 anos) e seu namorado Tom se
mostrou uma pessoa adoravel e muito louco tb. Ele eh um pouco mais velho que o
Rob, acho que tem 39. Conheci entao mais dois casais muito legais: Kim e Stephen
eram mais normais ate tomarem duas doses de cachaca. Cheryl e Richard estao
gravidos tb, mas do segundo filho entao foi muito bom a reafirmacao de que o
enjoo na grande maioria das vezes passa e o cansaco tb. Acho que poderia ter
perguntado mais sobre episiotomia.. coisa que me amedronta. Conversamos muito
sobre Brasil eh claro.. Expliquei pela milesima vez que nao, as mulheres no
Brasil nao vao para a praia de topless.. Eu odeio esse tipo de perguntinha, mas
eu nao sou o tipo de pessoa que vou ficar com raiva da ignorancia…So tenho
raiva daqueles que passam a noticia na televisao de maneira deturpada. Estudei
comunicacao por um periodo da minha vida e vi que o jornalista tem um poder
gigantesco quando se trata de passar a informacao. Isso se refere a tudo. Como
sou sagitario e sagitario eh movido a paixao, percebi que minha vocacao para a
veterinaria vem da paixao de consertar o mundo, de educar as pessoas, de fechar
o ciclo que comeca na nossa casa e que nos leva a agir ou de modificar o mundo
com nossas ideas, cabendo ai a ignorancia e a sabedoria. Claro que amo animais,
mas trabalhar com animais num pais onde tudo ja eh estabelecido e quase
perfeito, eh mais frustante do que salvar animais a beira da morte no Brasil. Se
eu estivesse no Brasil, provavelmente eu iria continuar indo em comunidades
carentes, em escolas publicas e eu iria estar ensinando a essas pessoas que tudo
eh possivel com amor e educacao. Qual a graca de se fazer isso onde todo mundo
tem dinheiro? Veja bem, dinheiro nao quer dizer educacao, mas a policia e as
instituicoes aqui funcionam muito bem e eu me sinto como se nao estivesse
salvando o mundo. E eu quero salvar o mundo… Me sinto no dever de passar
informacao, de ensinar, de fazer as pessoas pensarem com suas proprias cabecas
em vez de ouvir idiotas na televisao com suas ideias ridiculas. Eu gosto de
enfrentar, de salvar e de ensinar. Acho que tenho que comecar a fazer isso de
novo, mas com outro proposito.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *