Feliz dia do amigo atrasado (porque eu não sou uma boa amiga!)

Fiquei sabendo que no Brasil se “comemorou” o dia do amigo nesse final de semana passado. Eu, que nunca me lembro dessas coisas e que tenho os meus pecados como amiga, resolvi escrever um agradecimento para meus amigos de hoje e sempre, porque eu tenho muito poucos amigos mas foram todos escolhidos a dedo.

Obrigada por fazerem parte da minha vida!

Para Barbara Rocha, por me ensinar o valor da educação.

Para Paula Fonseca, por me ensinar a ser organizada.

Para Valeska Pivetta, por me ensinar a não desviar do caminho certo.

Para Mariana Mattos, por me ensinar o valor da cultura e por me ensinar a ser mais certinha.

Para Laysa Lima, por me ensinar a gostar de mim mesmo.

Para Karla Rodrigues, por me ensinar a rir da minha própria desgraça.

Para Alex Mendes, por me ensinar a rir.

Para Marcus Pereira, por me ensinar que é possível amar um amigo como um irmão.

Para Luciana Misura, por me ensinar a não ter medo.

Para Aline Orr, por me ensinar o valor da calma e paciência.

Para Gabriela Fonseca, por ser uma versão melhorada minha (e assim me fazer querer melhorar como pessoa)

Para Christine Valbuena, por me ensinar a não me contentar com pouco.

Para Robert Svilpa, por me conhecer tão bem e por saber as respostas de todas as minhas perguntas.

Para Thomas, por existir e por me ensinar o que é o amor.