Eerie, Indiana

Primeiro, obrigada pelos comentários sobre o Fábio. Eu não consigo para de pensar nele, meus dias tem sido bem ruins, uma
pessoa tão boa como ele e tão jovem não merecia isso.

Sabe aquelas pessoas que são genuinamente boas? Era ele. E sofreu um bocado com essa maldita doença. Mas agora
descansou.

Bem, só o tempo vai fazer a gente se sentir melhor, então não há mais nada a dizer sobre isso. Só um pouco de revolta com
a vida.

Mudando de assunto, um cabide que fica pendurado na lavanderia ficou balançando um tempão e eu fiquei olhando pra ele.
Depois parou.

O gato, o cachorro e o Thomas não estavam nem perto. Pensei que tivesse sido a lavadeira que tá que tá chacoalhando e eu
achei que tava tremendo tudo. Mas eu lavei umas 3 máquinas de roupa, todas igualmente cheias, todas tremiam igualmente, mas
das outras vezes nada aconteceu com o cabide.

E também, nao ia existir maquina que fizesse tremer tanto a ponto do cabide balancar de um lado pro outro, como voce
tivesse batido nele mesmo.

Perguntei pro Robert e ele achou que tinha sido terremoto, mas eu nao tinha visto mais nada balancar, só o diabo do
cabide. Fomos ver no site de sismologia local que detecta todos os terremotos até o mais ridículos que ninguem sente e não
teve nenhum nessa area por dias..

Então o que pode ser?

Tenho certeza que ninguem encostou no cabide, eu inclusive estava falando no telefone por uns 10 minutos e o Thomas estava
desenhando, quando eu sentei no sofá do meu family room e de lá vi o cabide balançando.

Ai, que meda.

update: não pode ser uma corrente de ar porque não só a lavanderia fica no meio da casa e não tem nenhuma janela, como
naquele dia a casa toda estava fechada porque era um dia chuvoso lá fora.