Disneyland – Senta que lá vem a história

Essa semana algumas pessoas da nossa comunidade de Brasileiras em Seattle no Facebook começaram a se assanhar pra descer de carro (ou de avião) até a Disneyland (na Califórnia) nas próximas semanas quando temos as mini-férias escolares de primavera. Eu enviei esse email abaixo que eu tinha escrito em outubro de 2013 para uma amiga brasileira, porque íamos nos encontrar na Disneyland no início de Novembro, no feriado do dia dos Veteranos. Eu coloco então esse email aqui já que no Facebook as fotos foram cortadas assim como os links.

 

Atenção que a informação contida nesse email é específica pra época e condições que íamos. A minha amiga está passando dois anos no Texas acompanhando o marido militar, não tem (ou não tinha!) domínio no inglês, nem nunca tinha vindo aos EUA. Minha amiga também é conservadora no quesito comida, gosta de coisas familiares e essa viagem tinha que ser bem acessível financeiramente. Ela ía com o marido e duas filhas, uma de 14 anos e uma de 4, e eles íam chegar alguns dias antes da gente. Eu queria que ela aproveitasse o máximo, porque sabia que ela não ía ter tempo de pesquisar nada. Claro que se você tiver outro orçamento, adorar comer comida diferente, tiver mais tempo, já tiver ído na Disney antes e for numa época diferente, for com crianças de outras idades ou sem crianças, as coisas podem mudar consideravelmente. Nós, por exemplo, tínhamos que chegar pelo aeroporto de Los Angeles (LAX) mas existem outros aeroportos mais acessíveis e talvez até mais baratos dependendo de onde você venha ou da época do ano e promoções. Eu faço um pequeno adendo em negrito de algumas coisas que já mudaram desde Novembro do ano passado. De jeito nenhum esse email é um relato completo de tudo que tem que ver, mas tem muita coisa importante pra quem nunca foi!

 

Então lá vai:

 

Querida,

 

Acho que vcs vao ter que ler isso mais de uma vez pq tem informacao fora de ordem, eu tentei organizar mas tem muito termo que só explico mais adiante. Enfim, espero que ajude!

 

 – Chegada:

 

Nós vamos ter que alugar carro porque vamos ficar a semana inteira então vai sair mais barato alugar pela semana inteira do que pegar taxi/alugar só por um dia, além disso somos muitos! Mas se os planos de vocês só envolvem a Disney (principalmente por causa daquele ticket espetacular de militares para 3 dias, que é o que vocês tem mesmo) de repente vale a pena pegar um shuttle no aeroporto que cobra por pessoa só de ída, ou um taxi dependendo de que aeroporto vocês vão chegar – uma das vantagens é que você economiza na gasolina também. Cheque também quanto eles cobram pra estacionar no hotel se vocês decidirem por alugar um carro também, porque muitos hotéis em volta da Disney cobram – e caro – para estacionar lá por dia. O preço dos shuttles varia muito, mas muitos tem coupon de desconto no site mesmo e tem a vantagem que você pode reservar e pagar com antecedencia, assim como o aluguel de carro. Se procurar no google shuttle from lax (ou qq outro aeroporto) to disney voce vai achar muita informacao de pessoas que usaram diversas empresas diferentes e aí você ver se tem alguma que pareça ser boa, com preço ou fugir de alguma furada. A desvantagem do shuttle é que demora mais pra chegar – vão ter outras pessoas dentro da van então ele vai parar em outros hotéis e tal.

 

Os shuttles mais conhecidos são:

 

http://www.supershuttle.com/Locations/DisneyLandAirportShuttle.aspx De LGB > Disney daria $62 só de ída e LAX > Disney daria $64 para a sua família de 4 pessoas.

 

http://www.primetimeshuttle.com/disneylandshuttle.htm $15 por pessoa de LAX>Disney, deve ser um pouco mais barato de LGB.

 

Achei essa lista também de muitos serviços de shuttle:
 http://www.lgb.org/civicax/filebank/blobdload.aspx?blobid=2497

 

Eu li alguém dizendo que o taxi de LAX custa $45 + tip se você pedir um preço fixo antes de entrar no carro, em vez de deixar correr o relógio, mas essa seria minha última opção. Geralmente você fica à mercê de um indivíduo que pode te cobrar o que ele quiser, ainda mais em LAX.

 

Cuidado com o horário de chegada porque o trânsito de Los Angeles e cidades em volta é UM HORROR no horário do rush. Se vocês chegarem ainda durante o horário do rush (até umas 7:30 da noite mais ou menos), é batata de ficar muito tempo parado nas rodovias. Quando estávamos lá agora em Agosto aprendemos na marra que o melhor caminho é realmente pela I-5, embora pela I-405 pareça no mapa que vai chegar mais rápido. A I-5 tem muito mais pistas e a I-405 pode ficar bem congestionada por muito pouco. Além disso a Disney fica do lado da I-5, e os nossos hotéis são do lado da I-5 também.

 

 

Esse site http://www.go511.com/traffic/map.aspx tem info em real time sobre as rodovias e também câmeras. No geral, o transito de Los Angeles sempre é uma droga, mas se vocês voarem pra lá de noite deve ser mais tolerável, e também se vocês chegarem por outro aeroporto.

 

Os dias da Disney e algumas generalidades:

 

– Infelizmente ou felizmente, final de semana com feriado sempre é movimentado. Não acho que vá ficar insuportável (talvez fique na segunda (Segunda era o feriado de Veteran’s Day), já ouvi falar deles fecharem a Disney se eles atingirem o numero máximo de visitantes). Infelizmente pelo óbvio de ter filas maiores, mas esse fds em especial tem umas coisas legais:

 

– Dia 8 e 9 eles vão estar filmando o especial de Natal da ABC, que acontece todo ano. Eu confirmei a data ontem. Não sei se isso influencia no número de visitantes drásticamente, mais do que o normal pro feriado mesmo, mas pelos vídeos que eu andei vendo não me parecia muito ruim não. Os visitantes que moram na California normalmente tem um Passe Anual e a categoria deles está bloqueada pros dias 9, 10 e 11, então isso ajuda muito. O legal é que vocês vão ver uma Parade especial – todos os dias, uma ou duas vezes por dia, tem um desfile que passa pela Disney inteira, explico melhor mais tarde, mais essa semana que vamos estar indo vai começar toda a arrumação de Natal, com a Parade de Natal. O Parque já vai estar todo decorado, eles fazem questão de arrumar isso já logo depois do halloween pra ficar tudo lindo pra essa gravação da ABC. Vocês provavelmente vao ver alguns astros da televisão e música atual que sempre fazem parte da gravacao. É capaz da Gabi conhecer e gostar deles, então vai ser um extra bem legal pra visita dela!

 

– Em termos de horario que abre e fecha, depende muito do dia, do mes, etc. Ainda nao saiu o calendario de novembro, mas pelo o que eu vi do ano passado é capaz deles abrirem la pras 9h e fecharem a meia noite todos os dias que vocês estiverem lá, Se vocês comprarem o ticket de 3 dias, vocês podem entrar, somente no sabado , uma hora antes de abrir pro publico, o chamado Magic Morning. (update: somente no sábado dentro dos dias que minha amiga ía ficar, na realidade você pode usar o Magic Morning nas terças, quintas e sábados. O Magic Morning está disponível nos tickets de 3, 4 ou 5 dias. Se você ficar em um dos hoteis da Disney você também tem direito ao Extra Magic Hour, que é a mesma coisa que o Magic Morning, nos mesmos dias, mas com o diferencial que você também pode entrar uma hora mais cedo no California Adventure nas segundas, quartas, sextas e domingos) . Todo ticket de 3 dias ou mais tem direito a um Magic Morning, mas ele só vale pro Disneyland, não pro California Adventure. Tentem aproveitar esse extra, faz uma diferenca danada pq os brinquedos mais populares e com as filas mais longas são os antigões que por acaso são os mais indicados pra crianca pequena. Tipo, o Peter Pan eu ainda não consegui levar as criancas pq logo cedo já está com uma fila de pelo menos meia hora, ninguem merece.

 

– Vá preparado com os sapatos mais confortáveis que vocês puderem levar/comprar. Vocês vão andar MUITO, MUITO. Update: Eu só consigo ir pra Disney calçando os feios Crocs ou eu não consigo sair do parque andando, mas a maioria das pessoas consegue ficar o dia inteiro com o seu sapato mais confortável. Aqui uma lista boa de sapatos confortáveis, mas leve em consideração que você VAI SE MOLHAR . Também leve um stroller/carrinho de bebê – depois de tanta agitação é capaz de rolar uma nap durante o dia, ou um sono inesperado bem durante os show de fogos.. é melhor estar preparada. Se tem uma dica que todas as mães que vão muito a disney dão é essa do stroller, não dá pra não levar porque voltar pro hotel de noite parece mais andar 10 km no deserto do Saara sem água. Com uma criança no colo, então…

 

– Assim que entrar no parque, tire a foto classica na frente da estacao de trem, mais tarde fica muito cheio. Os trens eram uma obcessão de Walt Disney, que construiu a linha de trem no parque (e uma outra mini na casa dele) e chamou um deles de Lilly Belle, em homenagem a esposa dele. Esse trem você pode pegar em qualquer uma das estações do parque e sair em outra, ou fazer a volta completa. Update: É legal fazer a volta completa para ver o Diorama) Nós deixamos o nosso stroller gigante estacionado perto da estacao e fizemos a volta completa. Uma coisa legal é que ele passa por dentro da Splash Mountain! Quando estiver em qualquer estação de trem, preste atenção por um barulho de código Morse – esse código na verdade é o speech de Walt Disney durante a inauguração e ele nunca pára de tocar.

 

– Assim que entrar no parque vá até o City Hall, um prédio que fica bem a esquerda depois de passar pela estacao de trem. Vá la dentro e peça “First Time Visit Buttons”, ou broches que primeira vez. Eles tem outros de outras comemoracoes (aniversario de casamento, graduacao, aniversario, etc), mas o de first visit é legal porque voce vai ter muita gente te desejando Welcome ao longo do dia, acredite, fica tudo mais mágico! Pegamos o de aniversario pro Lucas (e vamos pegar pro Thomas dessa proxima vez) e o dia inteiro, estranhos e Cast Members (funcionários) desejaram feliz aniversario pra ele, foi muito legal.

 

– Quase do lado do City Hall, tem um prédio de bombeiros. Se vocês olharem pro segundo andar vão ver uma luz acesa na janela que nunca se apaga. Esse segundo andar era o apartamento do Walt Disney quando ele construiu o parque, que virou quase uma obcessao pra ele – ele tinha que morar lá pra supervisionar cada detalhe. Depois que o parque ficou pronto o apartamento ficou sendo usado pela familia Disney e convidados e quando ele morreu, colocaram essa luz que nunca se apaga pra representar que o espírito dele sempre estará lá.

 

– Antes de ir pro parque (talvez na quinta de noite!), tente passar na Downtown Disney (ou em alguma loja da propria Disney mesmo) e compre um caderninho de autografos e uma caneta (alguns já vem com caneta). Durante o dia em vários pontos você pode tirar foto e pedir autografo pros personagens. Aproveita e compra umas orelhinhas pra todo mundo 🙂

 

– E por falar em fotos, você pode tirar as suas fotos mesmo, mas em diversos pontos, principalmente onde tenha algum personagem envolvido, você vai ver um fotografo da Disney. Eles vao tirar fotos e te dar um cartao se vc ainda nao tiver um, mas das proximas vezes é só vc dar o mesmo cartao pro proximo fotografo que ai quando voce voltar pra casa vc pode comprar as fotos. Vc nao tem obrigacao nenhuma de comprar, claro, eu nunca comprei, mas deixo eles tirarem as fotos e pego o cartaozinho. Eles tambem se ofereceram pra tirar foto com a minha camera no restaurante Goofy’s Kitchen alem da camera deles, mas nao sei se eles fazem isso no parque. Pra vc comprar a foto impressa é bem carinho, tipo 14 dolares por foto grande, mas se vc tirar muitas fotos de repente vale a pena comprar o CD com todas as fotos daquele cartao que acho que custa $50 por ai. Eu so compraria esse CD se tivesse muita foto mesmo e eu nao quisesse levar a minha camera.

 

– Repare nas roupas, arquitetura, detalhes, sons: Walt Disney fez o parque como se representasse os EUA do ano 1910.

 

Comida da Disney: (ou, você não precisa comer mal, pagar caro nem ficar com fome na Disney)

 

Tem de tudo. Você vai achar lojas e barraquinhas que só vendem frutas frescas, água de coco, outros que vendem as coisas mais variadas possíveis. Tem muita coisa saudável e tem muita coisa com um trilhão de calorias, mas é tudo muito gostoso no geral. Tem umas coisas nada saudáveis mas que são clássicos da Disney, como o Dole Whip que é um sorvete de abacaxi e só é vendido em uma vendinha na frente do Tikki Room e a fila sempre está enorme (depois mando um mapa pra vocês, o tópico da localizacao das coisas vai ser grande então vou deixar pro final), já ouvi falar também do Mickey Pretzel com recheio de cream cheese que dizem ser bem gostosinho, depois descubro onde vende.

 

Existem também restaurantes baratinhos, desses tipo que vc compra o sanduiche no balcao, tem restaurante meio termo e tem restaurante chique. Tem de tudo mesmo, e todos eles tem condicoes de acomodar dietas especiais: diabeticas, kosher, vegan, gluten free, etc. Mas como você pode imaginar tem uma variação MUITO grande de preço. Eu não acho muito fora da normalidade os preços, mas tem gente que vai em restaurante fino da Disney e reclama que tava caro, mas do lado de fora seria também. Outra coisa é que tem TANTA opção que muita gente nem sabe que existe, então vou dar uma idéia pra vocês não perderem alguma oportunidade de fazer algo legal porque não sabiam que existiam.

 

Para muitos restaurantes sit-down é recomendado fazer reserva pelo telefone: (714) 781-DINE /(714) 781-3463  e aqui os cardápios com preços e outras informações dos restaurantes da Disneyland  e do California Adventure.

Update: hoje já se pode fazer reserva online aqui.

Esse blog (tem muitos!) tem umas reviews legais dos restaurantes, se vocês quiserem ver.

 

Dos que eu provei, aqui vai uma lista:

 

– Blue Bayou: A coisa mais legal desse restaurante é que ele fica localizado DENTRO de um brinquedo, o Pirates of the Caribbean, que é um dos meus favoritos diga-se de passagem. A ambientação é muito legal, mas é bem escuro só com um luz bem franquinha. Eu recomendaria mais pra uma ocasião mais especial, tem gente que não perde ele por nada mas eu prefiro ir no Cafe Orleans que tem praticamente o mesmo cardápio/mesma cozinha por preços mais baratos. No Blue Bayou você paga pela ambientação. Comida Cajun/Creole, tradicional de Nova Orleans. Reserva é imprescindível.

 

– Cafe Orleans: Sempre que vou eu tenho que comer nesse restaurante. Pra mim não existe Disney sem comer um Monte Cristo – uma bomba calórica gordice maravilhosa dos deuses que dá pra dividir por quatro adultos fácil. É um sanduiche de queijo e presunto(tem um de 3 queijos também, mas não é tão bom) com uma camada tipo de donut e um açucarzinho por sima. Ano passado o que eu comi estava meio engordurado, mas esse ano estava perfeito com a casquinha crocante por fora e o queijinho derretido por dentro, mas sem gordura nenhuma, nenhuma. Vem quatro pedaços grandes e eu normalmente como um pedaço dele junto com uma salada pra não morrer de culpa. Muita gente gosta de pedir a Pomme Frites – a batata frita com alho deles, mas sempre acaba sendo muita comida e eu só pedi uma vez. Eu também recomendo o Gumbo ou o Gumbo Crepe. Gumbo é uma sopa grossa tipica daquela região e essa versão da Disney é maravilhosa – o Thomas almoçou essa sopa quando fomos essa ultima vez. Ela é feita com galinha e linguica andouille. O Crepe de Gumbo é um crepe com essa sopa/creme dentro e vem com uns aspargos no prato também. Muito gostoso! Preço é médio e é bom fazer reserva, mas nunca esperei mais do que 10 minutos sem reserva, no entanto só fui pro almoço. O jantar pode ficar bem mais cheio pq tem um show chamado Fantasmic que acontece bem na frente desse restaurante.

 

– Plaza Inn: Esse tem comida típica americana tipo galinha frita e pure de batatas, sabe? Você pega uma bandeja e eles vao te servindo no balcão tipo cafeteria. O preço é fixo pelo prato e você tem umas duas ou 3 opcoes de refeição. A comida é honesta mas é mais no nível Denny’s e tal. Bem servido e preço bom, não precisa de reserva.

 

– Carthay Circle: Fica no California Adventure, ao contrário dos que mencionei acima que ficam na Disneyland. Ele é um restaurante mais fino e bem mais caro, mas nós queríamos comemorar o aniversário da minha mãe e também eu estava curiosa pra provar a comida, que é espetacular. O prédio do restaurante é uma cópia fiel do Carthay Theather que foi onde teve a estréia da Branca de Neve em 1937. É muito legal lá dentro, com várias fotos de Walt Disney com as celebridades de Hollywood e ilustrações remetendo ao filme. Fora isso, nem parece que você está na Disney, foi um bom descanso pra almoço! Os Carthay Biscuits são uns bolinhos de entrada que são uma maravilha. Eles vem quentinhos e com um creme de damasco pra vc passar neles, sensacional. Tem uma área lounge no saguão do restaurante que permite que você peça drinks e algumas comidas sem precisar se comprometer a subir pro restaurante, e como são pratos pequenos e belisquetes, acaba saindo mais barato. Precisa de reserva,menos pro lounge, é super disputado.

 

– Goofy’s Kitchen – É 1 dos 5 “Character Dining”  que tem na Disneyland, ou seja, os personagens da Disney vão vindo falar com vocês ao longo da sua refeição. Esse não fica dentro dos parques, mas fica no térreo do Disneyland Hotel que é uns 5-10 minutos andando pela Downtown Disney. Dá pra pegar um monorail que passa dentro da Disney e deixa você bem perto do Hotel. Esse é um daqueles com milhares de $$$$$ é bem carinho embora crianca pequena não pague. O preço é fixo por pessoa e você paga na entrada em vez de na saída. A atração são os personagens, e não a comida. Você come bem, a comida é boa, e é um buffet, ou seja: pode comer o quanto quiser. Tem coisas engraçadas (afinal é a cozinha do Pateta e ele está vestido de Chef) como pizza de peanut butter and jelly e pizza de mac and cheese e muita coisa “de criança” tipo cachorro quente e nuggets. Tem sobremesas com minhoquinas feitas de doce e etc, mas também tem comidas normais como saladas, muitas frutas e carnes. Minha opinião: vale a pena porque é uma oportunidade muito legal de ver vários personagens de uma vez só e eles ficam um bom tempo com a criança. Nós adoramos, mas a minha conta do banco não. Se vocês estiverem interessados em um Character Dining, eu te mostro as outras opções além do Goofy’s Kitchen. Cada hotel da Disney tem um e tem um na Disneyland (Minnie’s Breakfast dentro do Plaza Inn) e um no California Adventure (só de princesas, dentro do Ariel’s Grotto). Todos eles são preço fixo e precisam MUITO de reserva. Nós fizemos com 2 meses de antecedencia.

 

Os que eu ainda não provei mas que estão na lista:

 

– Big Thunder Ranch BBQ – restaurante de BBQ que você paga um preço fixo e você como o quanto aguentar de churrasco americano. Acredito que vocês estando no Texas vão querer passar bem longe desse, mas quis mencionar mesmo assim. Reserva é interessante, mas a espera não é muito longa em dias normais.

 

– Hungry Bear Restaurant – estilo de comprar sanduíche no balcão. Eu vi umas fotos dos sanduiches e eles me pareciam bem gostosos. Tem um de tomates verdes fritos que quero experimentar. Bem barato (pro padrão Disney) e fica na frente do Rivers of America, que é um lugar bem tranquilo. Muita gente gosta de relaxar lá vendo o rio passar pq como o restaurante é meio fora do caminho, não tem tanta muvuca.

 

– Cove Bar – No California Adventure, fica em cima do Ariel’s Grotto que é um restaurante onde você pode ver as princesas durante a sua refeição. No Cove Bar não tem princesas, mas também é perto da água e tem uns belisquetes com uma cara ótima. Também fica razoavelmente vazio pq muita gente com criança prefere ir em outros lugares, mas mesmo sendo um “bar” pode ir com criança sim, mas eu me asseguraria que não estariam incomodando os outros adultos tentando fugir delas 🙂 Um dos pratos que achei legal era o Lobster Nacho, e eu tenho que dizer que eu detesto nacho, mas a presença de lagosta me animou e dizem que é muito gostoso!

 

– Ariel’s Grotto – Eu tinha que ter ído no ano passado quando o Lucas ainda gostava de princesa, mas alguma coisa aconteceu no meio do caminho que ele agora não quer nada com elas, até segunda ordem. Acho que suas meninas íam adorar e se você for me chama! É caro como todos os character dining, mas dizem que a comida é muito boa (me parece melhor do que a do Goofy). Só tome cuidado porque ao contrário do Goofy’s kitchen que tem character dining o dia inteiro, no Ariel’s Grotto só alguns horários tem as princesas lá. Com certeza precisa fazer reserva, tipo, ontem!

 

Se vocês toparem, nós poderíamos jantar no Downtown Disney (um mall ao ar livre do lado dos parques e que não precisa de ticket pra entrar) no sábado de noite depois dos fogos!

 

Shows e Parades:

 

O final do ano é especial com sua decoração própria, inclusive alguns brinquedos são adornados de acordo com a estação, como a Haunted Mansion e o Small World. Uma das coisas mais óbvias quando vocês chegarem vai ser o castelo da Bela Adormecida que vai estar cheia de “neve” nas torres e de noite ele também vai estar mais brilhante do que o normal, como se fosse luz de natal mesmo. As ruas vão estar com a tipica decoracao de natal com guirlandas e ornamentos, etc, e musica de natal já deve estar tocando em vez das musicas normais (tem música todos os lugares da disney). Update: Uma coisa pra se levar em consideração se você for na baixa temporada é que nem sempre você vai ter esses shows durante a semana, mas somente sexta, sábado e domingo. Sempre veja o calendário da Disney que abre com um ou dois meses de antecedência pra você se programar.

 

– Parades/desfiles: Desde 1998 a parade da Disneyland é a Soundsational Parade que eu adoro porque é bem animada. Mas durante o inverno eles mudam pra  Christmas Fantasy Parade, que tem até o papai noel.  Alguns dias eles ainda tem a Soundsational Parade também, mas temos que ver se esse vai ser o caso naquele final de semana quando sair o calendário de novembro. Durante o verão tem duas parades por dia, uma la pras 4h e outra la pras 6:30, mas no inverno é comum ter só uma por dia, mas sendo um final de semana de feriado tudo pode acontecer. O California Adventure também tem parade mas nem se compara com a parade da Disney.

 

– Fireworks: Além da gravação do especial da ABC, naquele final de semana já vamos poder ver o show de fogos em cima do castelo especial de inverno/natal, chamado  Believe… In Holiday Magic. Ele normalmente acontece lá pras 8-9h da noite dependendo do dia e da estação, quando chegar mais perto a gente ve o horário direitinho. É bom já sentar no seu lugar com 1h antes do show se você quiser pegar um lugar legal. As pessoas vão sentando na rua e nas calçadas perto do castelo e quando vai chegando mais perto do horário fica simplesmente intransitável. Então coma e faça uma boa visita ao banheiro antes de ir arrumar um lugar. Update: Ao longo do ano existem outros shows de fogos diferentes. Os principais de acordo com a época do ano: Magical, que é o meu favorito, e Remember… Dreams come True (acho qua tinha um terceiro, mas não achei mais no site da Disney); além dos fogos especiais de 4 de Julho, Halloween e Ano Novo. 

 

– World of Color: só tem na disneyland e acontece 1 ou 2 vezes por noite no California Adventure, no lago que fica na frente da montanha russa e roda gigante. É um show de águas e cores maravilhoso, mas pra conseguir um lugar nele tem uma dica importante! Eu vou falar sobre Fastpass mais adiante, mas basicamente você precisa pegar um Fastpass (basicamente um ticket, mas é de graça) em uma maquininha dentro do California Adventure. É bem fácil pegar mas tem um porém, tem que chegar cedo porque esses tickets acabam ainda de manhã. Quando vamos pra Disney nós nos programamos assim: dia 1 como sempre vamos ver os fogos no castelo da disney então acabamos passando o dia inteiro lá, nem vamos muito no California Adventure naquele dia. No segundo dia então vamos direto pro CA (vou abreviar pq o nome é grande) e vamos direto pra maquininha pegar o FastPass do World of Color. Pra pegar o Fastpass vocês precisam colocar cada um dos tickets de entrada  na maquininha e ela vai cuspir seus tickets de volta mais os fastpasses – guarde desses tickets de entrada como a sua propria vida pq vc precisa tirar da bolsa toda vez que entrar num parque diferente mesmo a sua mão sendo carimbada, e tambem pra pegar os monorails, então tenha um lugar cativo na sua carteira e facil de tirar sem deixar cair no chão. Ai é so guardar o Fastpass até de noite quando der o horario do show, e realmente precisa chegar cedo se quiser ter uma boa visão, assim como com os fogos. Adendo: além do Fastpass do World of Color tem um outro Fastpass que você tem que pegar o mais cedo possível que o parque abre, que é o do brinquedo Radiator Spring Racers, eu explico melhor no tópico sobre brinquedos e localizações, só guarde na cabeça que no dia que vocês quiserem passar no California Adventure vocês vão pegar na verdade 2 tipos de fastpasses pra cada pessoa: do World of Color e do Racers. E sim, ambos precisam ser pegos logo de manhã, ainda mais se a previsão é de um parque cheio.

 

Inline image 3

 

– Fantasmic: um show de música e dança que acontece todas as noites no Rivers of America. Eu ainda não fui, mas basicamente o enredo é Mickey tendo um sonho (com coisas boas e coisas ruins) quase como o filme Fantasia. Os horários são muito perto dos fogos e do World of Color, então minha sugestão se quiser ver Fantasmic é que em uma noite veja os fogos, na outra veja o World of Color e na outra noite veja o Fantasmic.

 

– Show de Natal com Neve – eu nao me lembro do nome e nem quando começa, mas tem um show de luzes no castelo que dura so uns 5 minutos mas termina com neve (falsa, claro) caindo em varios pontos do parque.

 

Outros eventos:

 

Já vou dizendo que é impossivel eu dizer tudo que tem, vou dar o site pra vocês vasculharem, mas sempre tem alguma coisa acontecendo nas ruas, principalmente no California Adventure! https://disneyland.disney.go.com/entertainment/

 

– Mickey and the Magical Map, na disneyland: Ainda não fui por pura falta de tempo, esse show é novo e começou esse ano.  Clique aqui pra localização e horários. É só chegar pra assistir.

 

– DisneyJr Live on Stage, no California Adventure:  Clique aqui pra localização e horários. Esse foi o show que eu te falei e mostrei o video do Noah, super recomendado.

 

– Fantasy Faire: Também começou esse ano, é um lugar fechado onde a gente pode conhecer todas as princesas. Antigamente elas ficavam pelo parque mas agora eles construiram esse local perto do castelo onde elas ficam e você pode conhecer todas ao mesmo tempo. No entando, Merida (do filme Brave) e Tinkerbell ficam em lugares diferentes. Merida  e seus irmãos ursinhos ficam mais pra perto do Small World atrás do Castelo, bem na rua mesmo, nõa sei os horarios que ela aparece ainda, mas posso ver depois. Tinkerbell e outras fadas (e fados hahah) ficam no Pixie Hollow que é uma área meio escondida entre o castelo e Tomorrowland.

 

Bippidi Bobbidi Boutique: Não é um evento, mas é um salão de beleza que transforma meninas em princesas. Se essa for a sua praia, tem que fazer reserva NOW hahaha, enche com meses de antecedência. Uma vez vi uma dica de já comprar o vestido de princesa antes de ir pq lá dentro é muito caro.

 

Um show que eu queria ver é o do Alladin, que também fica no California Adventure. Dizem que o Gênio é muito engraçado.

 

E de noite no California Adventure sempre tem musica nuns palcos que tem por lá, dess ultima vez o Lucas depois de um dia inteiro de parque resolveu ainda dançar e pular muito com a música. Na Disney também tem shows nos palcos, quando estávamos lá em agosto tinham umas bandas cover dos anos 80, muito legal.

 

Brinquedos:

 

– Primeiro de tudo: https://disneyland.disney.go.com/au/plan/guest-services/height-requirements/pra ver quais brinquedos tem mínimo de altura pra Gisele. Atenção especial pro autopia que tem mínimo pra ir sozinho no carrinho, mas a Gisele pode ir com um adulto no carrinho sim. O Noah foi comigo e o Lucas foi com o Robert. Como o Thomas já podia ir sozinho, ele foi.

 

Esse tópico é dificil pq cada pessoa gosta de fazer uma coisa diferente, mas tenho algumas dicas importantes:

 

– Fastpass, como já expliquei antes, é como se fosse um tícket de entrada pra alguma coisa. Alguns brinquedos tem filas tão grandes que na frente deles tem maquininhas de fastpass basicamente pra voce marcar um horario pra voltar depois. Vamos supor voce chegou na Space Mountain às 11 da manha e a fila estava de 40 minutos. Ai vc decide que 40 minutos é muito tempo entao vai na maquininha e tira fastpasses (1 por ticket de entrada) que vai vir impresso o horario que vc tem que voltar, vamos supor entre 12:20 e 1:20. Voce realmente precisa voltar dentro desse horario, senao voce perde a chance de entrar na fila alternativa do fastpass, Nao é que necessariamente a fila do Fastpass voce vai entrar direto, mas em vez de esperar 40 minutos, vc vai esperar 10 ou algo assim. Ou quem sabe vc da sorte e entra direto! Agora, o problema: Na maioria dos casos vc so pode tirar só um fastpass de cada vez, ou seja, se vc tirou o fastpass da Space Mountain as 11 da manha vc vai estar bloqueado de tirar outro pra outro brinquedo ate bem perto do horario de vc usar aquele fastpass. EXCETO os fastpasses do World of Color e Radiator Spring Racers (update: eu me certificaria sobre o FP do Racers, pq era super lotado por ser um brinquedo novo mas essa manha pode e deve acabar nos anos subsequentes), esses voce pode tirar de manha e nao bloqueia nada nao, vc pode continuar pegando fastpasses pra outras atracoes. Sabendo como usar o Fastpass é garantia de não passar muito tempo em fila, é só ter um minimo de programacao. Não sao todos os brinquedos que tem fastpasses infelizmente.

 

Dependendo do brinquedo a maquina vai ter uma aparência diferente, mas elas são basicamente a mesma coisa e são encontradas perto da entrada da fila de cada brinquedo (os que oferecem fastpass, claro). Voce enfia o ticket de entrada no buraco de cima e embaixo sai o fastpass praquele brinquedo já com o horário que vc tem que voltar. Acho que nem tem nenhum botão pra apertar, é muito simples.

 

Inline image 4

 

– Parent Swap ou Rider Switch Pass: Como fazer com criança pequena que não pode ir no brinquedo? Nenhuma crianca que nao esteja no minimo de altura do brinquedo não pode nem entrar na fila, então peça pros Cast Members que ficam na entrada da fila pelo “Parent Swap” que é um cartão vermelho que funciona assim: Um dos adultos esperam na fila normalmente enquanto o outro adulto vai esperar em outro lugar com a criança. (normalmente na saída do brinquedo, mas pergunte pro Cast Member onde o outro adulto deve esperar) Quando o primeiro adulto terminar, o segundo adulto de posse desse cartão vermelho pode passar na frente de todo mundo sem esperar na fila (update: ou entrar pela saída, como é no caso do Space Mountain), e o melhor, o cartão vale pra duas pessoas, ou seja, vamos supor: A Gabi pode esperar na fila com o Delcio enquanto vc fica com a Gisa do lado de fora fazendo outra coisa, quando eles terminarem voce e a Gabi podem passar a frente de todo mundo e ir no brinquedo. O bom é que a Gabi pode ir duas vezes só ficando na fila uma vez, e vocês dois podem ter a chance de ir no brinquedo.

 

Inline image 2

 

– Fantasyland: Fantasyland é a área atrás do Castelo da Bela Adormecida. Você passa direto por dentro do Castelo (aliás tem uma portinha mínima atrás do castelo que vc pode entrar dentro dele, não perca!) e do outro lado é o Fantasyland. É onde ficam os brinquedos mais antigos do parque, aqueles que Walt Disney supervisionou de perto e tal, então você vai ver que eles realmente parecem brinquedos antigos, alguns são até um pouco assustadores (eu acho ahhaha), mas as crianças no geral adoram e são com certeza “leves” o suficiente. Minha dica: (com criança pequena) vá direto assim que o parque abrir, pq como o parque tem muita criança pequena, adivinha quais são os brinquedos que enchem mais rápido? E como são antigos até a a fila é estreita, demorada, etc. Ficar na fila de um brinquedo novinho cheio de coisa interessante pra ver no caminho é uma coisa, mas esses do Fantasyland não são assim. E nenhum tem Fastpass. Update: Mentira, agora to lembrando que o Peter Pan tinha Fastpass e acho que tinha um o outro no Fantasyland tb, mas as filas ainda são terríveis. São um tédio. O Peter Pan enche MUITO cedo, vá logo que puder. Snow White e Pinocchio normalmente tem fila tranquila o dia todo, as xícaras tem uma fila grandinha mas anda rápido e a fila da Alice no pais das maravilhas é mais ou menos. O carrossel normalmente é rápido mas o Dumbo tem fila no sol então se estiver quente é bom ir logo. Atrás do castelo tb fica o Bibbidi Bobbidi boutique e no chão bem quando vc passa por dentro do castelo tem uma moeda dourada encravada no chão que marca o centro geográfico do parque.  Antes de passar pelo castelo, vá na direita do parque e jogue umas moedinhas no poço da Branca de Neve, assim que a moedinha for jogada ela vai começar a cantar “I’m Wishing…for the one I love…” A montanha que você ve de longe do lado direito do castelo se chama Matterhorn e tem uma “montanha russa” dentro dela. Não tem nada muito radical não, mas é bem rápida. Passando da Matterhorn e seguindo em frente você chega no Small World:

 

Inline image 1

 

Que deve estar todo adornado pro Natal e de noite ele acende e fica lindo! Entre nos barquinhos e fique com a música na sua cabeça o resto do dia. As crianças adoram.

 

– Tomorrowland: Esse reino fica à direita antes de chegar no castelo e também abriga muitos brinquedos populares com filas longas, talvez seja uma boa pra ir na manhã do magic morning ou logo cedo também Acho que todos tem Fastpass, ao contrario do Fantasyland. A Gisele pode ir no Autopia que é uma pista de carrinho com um adulto, tem o passeio de submarino com a história do Nemo que voces todos podem ir juntos, tem o Astro Blasters que tb dá pra Gisa ir. O Space Mountain acho que ela é pequena demais e o Star Tours é um simulador de nave espacial que balança bastante. Se ela for corajosa e se estiver com a altura talvez dê, mas o Lucas eu acho ele medroso e não levei. No meio do tomorrowland tem um palco que durante o dia tem “aula de Jedi”. Um Jedi Master aparece, convoca as criancas, e elas lutam contra o Darth Vader ou o Darth Maul, no final eles ganham um diploma de novo Jedi. O Lucas foi ano passado e o Thomas já foi duas vezes, se a Gisele gostar dessas coisas talvez seja interessante ver o showzinho e talvez ser escolhida (se quiser aumentas as chances, coloque nela uma camisa com cor chamativa e sente com ela bem na frente).

 

– Toontown: o reino dos pequenininhos, tem poucos brinquedos, tem mais coisa pra escalar e também tem a casa dos personagens onde voce pode encontrar com eles depois de visitar a casa inteira. Tem uma montanha russa micro que dura 10 segundos que o Lucas detesta e o Noah saiu pulando querendo ir de novo. 🙂 A única coisa que posso dar dica, essa área não tem árvores grandes, então fica MUITO quente se o sol tiver batendo forte. Escolha um horário que seja mais adequado pra visitar pra não ficar morrendo de calor, mas o Toontown também fecha umas horinhas mais cedo que o parque (na entrada desse reino tem o horário, se for o caso)

 

Agora que já cobri todo o lado direito e parte de trás do parque, vou pro lado esquerdo do parque como se estivesse indo no sentido anti-horario já que o parque é “redondo”. Aqui vai um mapa com poucos detalhes pra se localizar melhor:

 

Inline image 5

 

– Frontierland: A principal atração é a Big Thunder Mountain que não chega a ser uma montanha russa, é divertida. Ela vai reabrir agora em outubro depois de 1 ano de modificações, então com certeza é algo que a gente quer fazer dessa vez porque se já era legal antes, agora com as novidades deve ficar ainda melhor. Do lado dessa atração fica o restaurante BBQ que eu mencionei antes. Tem uma fazendinha com bichinhos de fazenda pra fazer carinho, também tem uma área onde o Peru que é “perdoado” todos os anos pelo Presidente durante o Thanksgiving vem morar. Tem alguns stands de tiro, aquelas coisas meio velho oeste e tal, mas pra falar a verdade a gente passa direto.

 

Continuando ma mesma rua da Frontierland, você chega em New Orleans Square que é tudo com a temática de… New Orleans do século 19. 🙂 Fica de frente pro Rivers of America onde voce pode pegar o barco Mark Twain que faz um passeio tranquilo pelo rio. É nesse rio que tem o show Fantasmic de noite.

 

– New Orleans Square: Tem o Pirates of the Caribbean que tem uma fila que anda rápido e dá pras criancas irem. É um barquinho que faz um passeio por cidades invadidas por piratas. Tem uma descida logo no começo (ou seriam duas, não lembro) não muito grande que deixa o Lucas com medo, mas não deixa o Noah com medo não. O Haunted Mansion não assusta não, pelo contrário, é bem engraçado e eu aconselho muito a ir, ainda mais agora com a decoração de Nightmare Before Christmas que eu nunca vi. As filas andam bem rápido e vale a pena ver todos os detalhes como maçanetas que mexem sozinhas, quadros cujos olhos te acompanham, e as incrições super divertidas das lápides que ficam no jardim na frente da mansão. Só tem uma hora que pode ser crítica que antes de voce entrar no seu carrinho voce entra numa sala esticante (Stretching Room) que no final as luzes apagam rapidamente e tem um grito. Mas é rápido. Pensei que o Lucas fosse chorar com o grito, mas foi tudo bem. Passando mais um pouco além da Haunted Mansion tem o Splash Mountain onde você entra num “tronco” que vai na água e vai subindo, subindo, subindo e depois desce várias descidas emocionantes. É MUITO legal pra Gabi e pros adultos, e eu já vi crianca pequenininha, mas nao acho que nenhum dos meus ia gostar muito nao. No verao vc sai completamente molhada, mas no inverno eles maneram um pouco: Dica: vá com sapato que seca com facilidade, até pq esse nao eh o unico brinquedo que molha. Aqui é onde vc vai achar aqueles restaurantes que eu mencionei com pratos típicos de New Orleans, o monte cristo, o gumbo, etc.

 

Continuando além da Splash, vc vai chegar em Critter Country, que pra falar a verdade eu nunca fui mas sei que tem o brinquedo do Ursinho Poof – The Many Adventures of Winnie the Pooh – e você pode achar os personagens desse desenho também pra tirar foto e pegar autografo, como o Piglet, Tigger, etc.

 

– O último reino pra visitar é o Adventureland que tem um passeio de barco como se estivesse na selva chamado Jungle Cruise, tem umas árvores que você pode subir que é alguma coisa do Tarzan, tem o Tikki Room, um show de papagaios animatrônicos e o favorito da minha mãe , o Indiana Jones, um passeio muito louco a bordo de um jipe. A Gisa não pode ir nesse, mas vocês TEM que ir!!! Use o Parent Swap! Update: O Indy, assim como as maiores atrações dos 2 parques, tem uma das piores/maiores filas.

 

Finalizando:

 

– Todo o Fantasyland fecha uma hora mais ou menos antes dos Fogos mas reabre depois que eles acabam, mas como normalmente Fantasyland a gente faz logo que chega e não de noite, isso nunca nos incomodou.

 

– Transitar durante as parades e durante os fogos é muito dificil. Os Cast Members colocam cordas e liberam partes que dá pra navegar, mas ainda assim é chato se estiver muito cheio. Não dá por exemplo pra vc contar de ir de Tomorrowland pra chegar a tempo de pegar um fastpass que ja esteja acabando do outro lado do parque.

 

– Se não quiser usar dinheiro na Disney, existem cartões da Disney que voce pode colocar dinheiro e usar só o cartão.

 

– Procure por Apps pra Iphone que ajudam muito a navegar. Não só eles tem os mapas, horário dos shows e as localizacão das coisas como banheiro e restaurantes, mas tambem tem informacoes uteis como o tamanho minimo da crianca pra cada atracao e o tempo de espera da fila naquele momento. Os que eu gosto de usar sao o Micechat, o Walkee e o da Disneyland mesmo.

 

– Todo mundo sai ao mesmo tempo logo depois dos fogos ou logo depois do World of Color no California Adventure, mas os parques ainda ficam abertos e é uma hora boa pra ir em brinquedo sem muita fila (se você ainda estiver se aguentando em pé).

 

– Mantenha um ritmo calmo, ainda mais se for ter 3 dias. Senão você não aguenta nem o primeiro dia. Ir em um reino por vez em vez de ficar zigzagueando pelo parque ajuda muito!

 

– Eu levei garrafinhas de água congelada (possível pq eu sempre fiquei em quarto de hotel com geladeira inteira, e da outra vez eu estava com o motorhome e tb tinha geladeira inteira), mas elas esquentaram tão rapido que eu já resolvi que não vou mais ficar chateada de comprar garrafinha d’agua por lá – update: a garrafinha custava $3 ao longo do parque em Agosto de 2013, mas no verão você quer beber água o tempo todo. Ainda acho interessante nós levarmos nossas próprias garrafinhas, pq dava pra encher no bebedouros espalhados pelo parque. O único problema é que a água nos bebedouros não era lá muito gelada no alto verão. Pode ser que a gente dê sorte e o tempo não esteja muito quente e as garrafinhas aguentem melhor.
– Isso que eu mencionei nesse email é só uma fração, mas talvez a mais importante do que vocês podem ver e experienciar, mas com certeza tem mais coisa pra fazer e ver.

 

– Depois eu faço um email parecido com as atracoes do California Adventure, mas quis mandar esse logo pq todas as coisas que requerem reserva com antecedencia estão aqui, caso vc se interesse por uma delas.

 

– Em downtown disney tem uma loja da Lego bem legal, enorme, vários restaurantes, uma loja da Disney e várias outras lojas de roupa, Sephora, etc. É um bom lugar pra ir sem precisar se comprometer a entrar em um dos parques, pq ele fica do lado de fora. Mas já tem um vibe bem legal, com músicos tocando nas ruas, etc.

 

Beijão!! Me diz se você tem alguma dúvida, mas eu sei que vai levar tempo pra ler e absorver isso tudo!

 

E agora o discurso de inauguração do Walt Disney de 1955, que ainda toca em código morse ao redor do parque, initerruptamente. Uma das razões porque eu adoro tanto a Disney de Califórnia: ter aquela impressão que WD tocou cada centímetro do parque e que se existir esse negócio de alma, a dele está alí.