Criando filhos em 2011

sophie_stickerSe você é mãe (ou pai, por que não?) e tem amor a sua pele, evite fóruns online de discussão de gravidez e criação de filhos. Eu aprendi isso lá longe, há quase 10 anos atrás, quando tinha descoberto que estava grávida do Thomas e olha que as coisas eram BEM mais suaves do que hoje em dia.

Só que eu leio esses fóruns de vez em quando. Hoje me deparei com alguém fazendo um resumo/divagação das controvérsias que só existem nesse mundo besta de mães e que não fazem o menor sentido pra quem está de fora. Na vasta maioria das questões só me passa pela cabeça: QUEM SE IMPORTA? (de um lado ou de outro…). Mas logo em seguida me dou conta que não é à toa que a nossa geração de mães é a mais infeliz de todos os tempos.

Sabe qual a melhor parte? A mulherada se descabela nos argumentos: leem artigos científicos e tiram suas próprias conclusões pra justificar o que quer que seja,  choram, gritam, esperneiam.. pra quem gosta de luta de mulher na lama, é um prato cheio.

Então vamos lá pras melhores controvérsias de 2011:

1. Sophie é uma girafinha de borracha que na verdade é um mordedor pra bebês que tem o dente nascendo , mas que parece um brinquedinho daqueles que se compra no supermercado na área de pets. Sim, parece brinquedo de cachorro,  só que custa a bagatela de $20. É tipo daqueles fenômenos que ninguém sabe explicar muito bem o porquê: será a borracha orgânica e tinta não tóxica? Será porque queremos acreditar que faz uma diferença tamanha quando os bebê começam a morder a coitadinha sem dó nem piedade? Ou só porque adoramos ver a carinha deles com aquela girafa com cara de foi passada de geração à geração? O outro lado da questão, não menos válido ao meu ver, é que é uma coisa dispensável, brega, cara e dizem as más línguas que se você comprar uma Sophie pro seu filho, ele estará pra sempre fadado a uma vida de insucessos, tudo o que ele/ela tocar virará cocô e você pra sempre carregará o 666 marcado a fogo no seu braço. Ainda não aconteceu com a gente, mas vou ficar de olho. Winking smile

2. Iniciar comida sólida com tal idade: um processo natural ou algúm desejo não resolvido de querer que seus filhos amadureçam logo ou ainda, uma maneira egoísta de fazer com que seus filhos durmam mais durante à noite? Tem mãe que mistura cereal na mamadeira com 1 mes, tem mãe que só amamenta/dá fórmula sem nenhum sólido até quase 1 ano.

3. Deixar o bebê chorar pra dormir: ajuda muito se feito corretamente ou forma de tortura infantil?

4. Fórmula:  maravilhosa criação humana ou crack para bebês?

5. Anestesias durante o parto: de novo, maravilhosa criação humana ou sinal de fraqueza pessoal?

6. Amamentar em público: a coisa mais natural do mundo ou razão pra se esconder?

7. Vacinas: maneira de proteger seu filho e sociedade ou injeção de veneno em suas veias?

8. Pediatras/Obstetras: pessoa qualificada pra responder suas dúvidas ou arrogantes que não sabem nada ou ainda, só se preocupam com o dinheiro que ganham?

9. Circumcisão: maneira de evitar problemas no futuro ou mutilação?

10. Mãe que trabalha fora de casa/ mãe quem fica em casa com filhos: ou você é egoísta ou você é preguiçosa!

Então, se você ainda não sabe disso eu vou dizer: não tem ganhadores nesse joguinho, só perdedores. Desculpe a visão fatalista, mas não importa o que você decidir sempre vai ter alguém pra te dizer que você está errada. Então, eu aplico aquele sábio conselho de não discutir futebol, religião e política (ei, maternidade, afinal, é um pouco disso tudo) pra todos esses assuntos e mantenho meu bico calado, minhas opiniões pra mim mesmo e meu julgamento enterrado no fundo do poço.