Boas Notícias

Gente, vocês não tem noção: meu pai deve estar indo pro semi-intensivo hoje! Aliás, se bobear ele já vai estar no
semi-intensivo quando eu for visitá-lo às 14 horas.

Quando eu digo “deve” vocês entendem que quando se trata de hospital e principalmente de um paciente que passou o que meu pai passou, tudo pode mudar da noite pro dia, mas as chances são mínimas.

Semana passada ele tinha tido uma recaída. Outra infecção maldita! Já era a quarta, então imagina como ele ja não está
debilitado! Pra combater a quarta infecção demora muito mais, tudo é mais complicado. Estavamos chateadas até que ele começou
a melhorar de novo – meu pai é tipo um Highlander pros médicos, nem eles acreditam – e na segunda-feira, quando chegamos lá,
ele estava sentado!!! Ele já esta quase 2 meses DEITADO no hospital, ver ele sentado emocionou a todos!

Ontem ele já estava ate muito bom demais, tanto que escreve “sapato” pra ir embora, claro, e sussurrou (não sai som por
causa da traqueostomia) “roupa” pra ir embora também. Meu pai tem uma fobia danada de hospital, eu tentando convencer a ele
que ele tinha que colaborar e aguentar as pontas agora, que todos o pessoal que trabalhava la era muito bom e ele balancou a
cabeça fazendo “não” – quase ri, mas o meu pai detesta hospital mesmo e sei que ele esta sofrendo a beça. Os dedos dele,
TODOS os dedos estão furadinhos, de tanto fazer exame, um tubo entrando pela barriga até o intestino, uma traqueostomia e
agora vão botar a sonda no nariz de novo pra começar a alimentar pelo estômago, sonda no pênis, a barriga também está toda
esfolada, o corpo dele esta pelancudo pois emagreceu muito. Isso tudo deve ter dando um choque pra ele. Ainda mais porque ele
chegou a ir pro semi-intensivo depois da cirurgia.

Enfim, ele não tem noção do que ele passou pois estava sedado, mas ele só estar com uma sondinha aqui e outra alí barra e
muito a quantidade de tubos e remédios que ele estava tomando há algumas semanas atrás. Se ele for pro quarto logo, acho que
se acalmará um pouco. Pensando bem, eu acho que vão ter que amarrar ele na cama, porque ele já fugiu de cueca uma vez do
hospital, e assim que ele começar a poder andar, tenho certeza que vai querer repetir a dose. Meu pai é fogo.